192.168.1.1

192.168.1.1 é o endereço de IP padrão mais usado com roteadores da Linksys. Entusiastas das redes facilmente reconhecerão o nome da Cisco, gigante da fabricação de equipamentos de rede. A Linksys é uma divisão da Cisco e é um nome de relevo na indústria do fabrico de roteadores. Além de roteadores, a Linksys fabrica ainda outros equipamentos usados em redes. Vários roteadores de banda larga que são partes de redes privadas de computadores são da marca Linksys, o que significa que se um IP padrão é usado comumente pela Linksys, os engenheiros de rede precisam de ser experientes com o mesmo. Ainda que isso não se verifique, o conhecimento de um endereço de IP tão popular é importante para os gerentes da rede tanto na resolução de problemas menores como de problemas de rotina.

Não seria correto os engenheiros de rede assumirem que apenas roteadores Linksys usam 192.168.1.1 como IP padrão. Na verdade, existem vários outros fabricantes de roteadores que utilizam o IP padrão 192.168.1.1. Alguns fabricantes populares de equipamentos de rede que usam o mesmo IP são a 3Com e a ASUS. Até mesmo alguns roteadores de banda larga da Dell utilizam 192.168.1.1 como endereço IP. Assim sendo, engenheiros de rede não podem permitir qualquer falta de conhecimento pertencente ao endereço 192.168.1.1. É claro, não há dúvida da existência de confrontos de dados de rede entre duas redes, ambas usando uma instância de 192.168.1.1. Isto porque 192.168.1.1 é um endereço de IP privado e, assim sendo, só é acessível dentro de uma rede, sem causar qualquer interrupção ou confronto com outra rede trabalhando independentemente.

É interessante saber as implicações do facto de 192.168.1.1 ser um endereço IP privado. Os intervalos de IPs privados são:

10.0.0.0 a 10.255.255.255

169.254.0.0 a 169.254.255.255

172.16.0.0 a 172.31.255.255

192.168.0.0 a 192.168.255.255

Sendo que 192.168.1.1. cai num desses intervalos, ele se qualifica como um IP privado, o que significa que geralmente será parte de uma rede de área local (LAN – Local Area Network), do tipo das implementadas em escolas e faculdades. Qualquer dispositivo com IP 192.168.1.1 não será capaz de estabelecer uma conexão com a Internet diretamente. Da mesma forma, qualquer dispositivo de rede do exterior não poderá comunicar com um roteador ou dispositivo usando o IP 192.168.1.1. Para estabelecer comunicação com dispositivos extra-rede ou Internet, será preciso um dispositivo que possa efetuar Network Address Translation (NAT). Isto adiciona uma camada adicional de segurança na rede local.

Além das configurações iniciais, 192.168.1.1 encontra ainda bastantes aplicações na resolução de problemas de conectividade, especialmente com produtos Linksys. A gama de problemas que podem ser resolvidos com conhecimento apropriado da manipulação de 192.168.1.1 engloba tanto questões triviais (como a situação em que uma pessoa se esquece da senha de uma rede privada) quanto problemas sérios (como problemas de conectividade do usuário final).

A configuração de um roteador com 192.168.1.1 começa com a conexão do roteador a um PC, através de um cabo LAN. Para acessar o painel de administração do roteador usando o IP padrão 192.168.1.1, é necessário você abrir um navegador e digitar o endereço IP (que é 192.168.1.1) na barra de endereços. Depois, pressione Enter e será solicitado a fornecer um nome de usuário e senha. Você poderá verificar quais são as credenciais de login a ser usadas no manual do roteador ou no suporte ao cliente do fabricante. Você terá a opção de alterar as credenciais de login assim que tenha acesso ao painel de administração. Repare que as configurações relacionadas com o roteador são manipuladas através deste painel. Quaisquer atividades suspeitas na rede são geralmente monitoradas através das opções no painel de administração do roteador 192.168.1.1. Além do mais, tentativas de invasão poderão ser impedidas mantendo uma forte preensão na rede, o que mais uma vez é feito através do painel de administração.